Quando dois físicos se juntaram para testar equipamentos eletrônicos em busca de novas funções como a função televisão de reprodução de imagem, eles mal sabiam que estavam prestes a inventar o vídeo game. Thomas e Estle pegaram um osciloscópio e ligaram o equipamento de medição de energia em um tubo de raios. Dessa junção puderam observar luzes que simulavam pequenos mísseis.

Essa foi a primeira aparição do que hoje conhecemos como vídeo games. Na década de 60 quando o jogo Spacewar! surgiu, foi uma verdadeira febre. Criado por estudantes do MIT, nos Estados Unidos, o jogo era baseado em duas naves que duelavam entre si e precisavam desviar de um buraco negro que engolia tudo pela frente.

A princípios, jogos como esse começaram a surgir nas faculdades de engenharia, como forma de entreter os alunos durante as aulas em laboratório. Porém, com o tempo, algumas pessoas perceberam o potencial desses jogos e começaram a investir no desenvolvimento de jogos que pudessem ser reproduzidos nos televisores.

Esse foi o caso de Ralf Beer, um engenheiro que criou os primeiros fliperamas. Em pouco tempo, os fliperamas se transformaram em uma febre nacional. Milhares de crianças, jovens e adultos passavam horas e horas em lojas de jogos gastando todas suas economias nessas novas formas de entretenimento.

Criando o Atari

Ao final da década de 70, os jogos já eram uma realidade, porém, ainda muito distante da casa das pessoas. Somente com a invenção de Nolan Bushell, que criou uma máquina de jogos que podia ser conectada a um televisor comum, foi que a indústria dos jogos percebeu um potencial gigantesco de faturamento com os jogos caseiros.

Foi o próprio Bushell, com ajuda do seu fiel escudeiro Dabney, que criou o primeiro videogame portátil da história, e item presente em muitas coleções, o Atari. Com o jogo Pong, que consistia em uma tela preta com duas barras em cada lado rebatendo uma pequena bola branca, o sucesso foi gigantesco.

Invasores do espaço!

Ao passar dos anos, os jogos foram se desenvolvendo e novas jogabilidades foram criadas. Em 1978, por exemplo, surgiu o famoso Space Invaders, onde o jogador comanda uma nave especial que precisava eliminar alienígenas que pretendiam atacar a Terra. Esse talvez foi o jogo mais jogado da história dos fliperamas.

Mais um jogo que chegou para arrasar os corações dos jovens, Pac Man tem uma história curiosa. Mudando o paradigma da época, em que os jogos eram baseados em uma jornada de herói contra um adversário, Pac Man surgiu com a pretensão de ser um jogo simples, onde o personagem principal só queria comer o que visse pela frente.

Come tudo!

Criado para as mulheres, o jogo se tornou uma verdadeira febre em todo o mundo. Em qualquer loja de fliperamas que as pessoas passavam na década de 80, era possível encontrar centenas de jovens em fila esperando sua vez para depositar suas fichas na máquina do Pac-Man.

Depois disso, o mundo nunca foi mais o mesmo e jogos começaram a ser o grande desejo de crianças e adolescentes. Atualmente, estamos em um estado avançado das coisas. E pensar que toda essa história começou com um simples osciloscópio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui